15 de maio de 2018

Ações no CEPA marcam parceria do Sinteal com FETIPAT

Com extensa e diversa programação nas escolas do CEPA, o Sinteal e o Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil realizam, entre os dias 10 e 18 de maio, a semana de ações integradas de enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes.

As atividades são voltadas para trabalhadores/as da educação alunos e alunas. Os temas abordados são saúde da voz, assédio moral e racismo. Todas contam com parcerias importantes, como a psicóloga do CEREST Maceió, Patrícia Vieira, a jornalista Luila Depaula, da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial, e a assistente social Lidiane Guedes, da Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil.O coletivo de saúde do/a trabalhador/a do Sinteal está inserido na programação. “Estamos trabalhando cotidianamente esses temas, e na oportunidade em que estamos integradas com outras entidades nas escolas, podemos fortalecer ainda mais esse projeto”, disse Prazeres Batista, representante do Sinteal no FETIPAT e membro do coletivo de saúde do trabalhador do Sinteal.

Como se trata da semana em que se comemora o dia nacional de combate ao abuso sexual contra crianças e adolescentes (18/05), todas as palestras e rodas de conversas foram iniciadas com uma fala sobre o tema. Recentemente foram denunciados casos de estupro no transporte escolar contra estudantes do CEPA. O triste episódio está sendo abordado no diálogo com profissionais, alunos e alunas durante a programação.

Debates do 13 de maio

O coletivo de combate ao racismo do Sinteal está presente na programação com uma reflexão sobre o dia nacional de combate ao racismo. A professora Marluce Remígio, dirigente do Sinteal e militante do movimento negro, explica. “Na história do Brasil, o 13 de maio é marcado pela assinatura da Lei Aurea, considerada a abolição da escravatura. Mas a realidade é que o racismo se perpetuou em nosso país, e a escravidão até hoje não foi abolida totalmente. O povo negro continua lutando pela liberdade e contra a discriminação até hoje”, disse ela.

A agenda segue com ações diárias durante toda a semana, encerrando com uma roda de conversa sobre o combate ao racismo na sexta-feira, 18 de maio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *