8 de agosto de 2018

Mobilização do Sinteal para o “Dia do Basta” continua percorrendo escolas de Alagoas

A direção estadual e os núcleos regionais do Sinteal continuam a maratona de visitas às escolas de todo o Estado, convocando trabalhadoras/es da educação para participar do dia nacional de paralisação contra o desmonte do país, principalmente da educação pública. Conhecido como “Dia do Basta” acontece nesta sexta-feira, 10 de agosto, e tem programação em todo o país.

Em Alagoas, mobilizações se concentram na capital Maceió. Haverá atividades a partir das 7h da manhã no CEPA, com previsão de manifestações em vários pontos da cidade durante o dia inteiro. Na tarde de ontem (07), além de muitas escolas de Maceió, nos bairros de Vergel e Jacintinho, o Sinteal esteve em escolas de Porto Real do Colégio, Olho d’Água Grande, São Brás, Colônia de Leopoldina.

Em 10 de agosto, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e os sindicatos filiados participam das ações do Dia do Basta, promovido pelo Fórum das Centrais. A data marca as mobilizações em defesa da democracia e dos direitos do povo brasileiro, ameaçados pelo desgoverno do país.

A Confederação se mobiliza com a intenção de dar um basta à privatização da Petrobras, que compromete a soberania do Brasil no setor energético e os recursos para a viabilidade do Plano Nacional de Educação (PNE); ao desmonte das políticas educacionais e à perseguição ao ex-presidente Lula, dentre outros retrocessos do cenário político.

Outras lutas e reivindicações fazem parte da agenda da classe trabalhadora nesse dia, dentre elas estão criar políticas, programas e ações imediatas para enfrentar a falta de emprego e o subemprego crescentes, revogar a Emenda Constitucional 95/2016, que congela os investimentos públicos por 20 anos, renovar a política de valorização do salário mínimo, revogar pontos negativos da Reforma Trabalhista e da Terceirização, que precarizam os contratos e condições de trabalho e assegurar o direito e o acesso ao Sistema Público de Seguridade e Previdência Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *