3 de outubro de 2018

Educação protesta em Viçosa por reajuste salarial

Por conta de uma promessa não cumprida pela prefeitura, trabalhadoras/es da educação da rede municipal de Viçosa participaram, na manhã desta terça-feira (02), de um ato público organizado pelo Sinteal. Eles cobram o reajuste salarial de 3% com retroativo ao mês de maio, que foi acordado com o prefeito em agosto, durante a campanha salarial da categoria. A categoria realizou paralisação de três dias desde a última segunda-feira até hoje (03), e continua pressionando a gestão.

O ato público aconteceu na Praça da Prefeitura. Com bandeiras e faixas, os manifestantes montaram tenda e protestaram, até que o prefeito se comprometer a receber a comissão de negociação. Francisco Terto, presidente do núcleo regional, garante que o Sinteal vai manter a categoria mobilizada até que a promessa seja cumprida. “É direito dos trabalhadores, conquistamos com luta e não vamos aceitar que ele não pague. A atividade dessa semana demonstrou que a categoria tem disposição para lutar”, disse ele.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *