12 de abril de 2019

Sinteal no interior! Acompanhe a atuação desta semana nos municípios

Palmeira dos Índios – Audiência com o prefeito

No dia 05 de abril, o presidente do núcleo regional do Sinteal, Izael Ribeiro, participou de uma audiência com o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cesar, para debater a pauta definida em assembleia pela categoria. Também participaram da reunião a diretora do Sinteal Helenice Lopes, o secretário de educação Manassés Ramos e o procurador do município.

Entre os encaminhamentos, ficou combinado que o município e o Sinteal concluirão o estudo sobre o impacto da folha do município para que a questão as 15 horas seja levada ao Ministério Público Federal.

A gestão também se comprometeu a contactar o técnico Milton Canuto para fazer o estudo e o realinhamento da tabela dos funcionários da educação e do magistério, e a realizar eleições nas escolas ainda este ano, para começar 2020 com gestão democrática. A formação continuada está sendo realizada através de um calendário de formações.

Sobre o concurso público, a previsão é de que o edital seja publicado em até 50 dias.

Na pauta da Saúde do trabalhador o secretário de educação afirmou que será enviada ao sinteal a lista de readaptados, e que vai definir um canal entre o município e o Sinteal sobre o tema.

Uma nova audiência ficou marcada para o dia 22, para avaliar o andamento dos pontos.

Coruripe – Reunião com MP e Gestão

Na manhã da última terça-feira (9), o Sinteal participou, em Coruripe, de uma reunião com representantes do Ministério Público e da gestão municipal para discutir a pauta de trabalhadoras/es da rede municipal de ensino.

A secretária jurídica do Sinteal, Cícera Ferreira, esteve presente com o advogado Lindalvo Costa. Em nome do núcleo regional de São Miguel dos Campos, a presidenta Micheline Maria e as diretoras, Mary Lúcia e Joelma Lessa. A comissão municipal do Sinteal em Coruripe também estava lá.

Intermediando a reunião, a Promotora Hylza Paiva Torres de Castro, do Ministério Público.

Do lado da gestão, o Secretário Municipal de Educação de Artur Barros a gerente de ensino Maria Marques e a procuradora do Município, Carla Beltrão.

O Sinteal apresentou a pauta de reivindicações, cobrando reajuste salarial de 4,17% para toda categoria, pagamento de um sexto de férias para o magistério, aplicação de um terço de hora-atividades de acordo com a lei do piso. Também foi solicitado que apresentem espelhos das folhas de pagamento que a carga horária dos concursados seja cumprida de acordo com o edital do concurso.

Houve avanços em alguns pontos. Houve a promessa de aplicar o reajuste do magistério e a aplicação do piso e o pagamento do sexto de férias. As folhão serão entregues. Ficou pendente uma definição sobre o reajuste dos funcionários, que ainda será analisada pela gestão. A questão dos concursados foi negada, e o Sinteal vai buscar judicialmente.

Rio Largo – Luta pelo FUNDEF vai à Câmara de Vereadores

A direção regional do Sinteal em Rio Largo participou no dia 09 de abril de uma reunião com os vereadores do município para debater sobre os precatórios do FUNDEF e outras pautas pertinentes à educação. Na ocasião, a presidenta Rosiele Costa e outros membros da direção esclareceram os parlamentares sobre o direito dos trabalhadores da educação sobre os recursos, que devem ser rateados com a categoria.

Piranhas – Assembleia discute campanha salarial

Em assembleia geral realizada em Piranhas nesta quinta-feira (11), pelo núcleo regional do Sinteal no Alto Sertão, os servidores da Rede Municipal de Educação discutiram a pauta da Campanha Salarial/2019.

O presidente do núcleo, Pedro Pereira, apresentou os números do FUNDEB para 2019, avaliando coletivamente a realidade financeira do município e as dificuldades que se apresentam na campanha deste ano. “Isso não impedirá nossa busca pelo reajuste, firmando assim o compromisso com a categoria de estar sempre na luta”, disse ele.

A respeito dos precatórios FUNDEF, foi confirmado que a prefeita assinou o TAC, o que dificultará o rateio entre os servidores, mas o Sinteal vai continuar trabalhando para que os servidores tenham esse direito respeitado.

Sobre a implantação da Gestão Democrática, Pedro reiterou o empenho do sindicato nas discussões com o legislativo, também com o executivo do município e a conscientização da categoria sobre a importância da participação e do papel de toda a comunidade escolar, na escolha daqueles(as) que irão gerir as escolas da rede municipal de ensino.

Cajueiro – Data-base e pautas são discutidas em assembleia municipal

O núcleo regional do Sinteal em Viçosa realizou, no último dia 10, uma assembleia geral da rede municipal de Cajueiro. Na pauta, foi discutida a data-base, a eleição para diretores, o concurso público e a reforma da previdência.