24 de setembro de 2021

Depois de pressão e ameaça de paralisação da categoria, Sinteal e Núcleo Regional/Matriz se reúnem com prefeitura de Passo do Camaragibe


Nesta quinta-feira (23), Sinteal (executiva estadual) e Núcleo Regional/Matriz do Camaragibe se reuniram com a chefe de gabinete da Prefeitura de Passo do Camaragibe, Helena Lisboa, e com representantes da Procuradoria Municipal, que debateu a seguinte pauta de reivindicações das/os trabalhadoras/es em educação: recomposição salarial de 4,52%, pagamento da mudança de letra (desde 2017), revisão do Plano de Cargos e Carreira (PCC), e FUNDEF.

Pressão e paralisação

De acordo com a diretora da Secretaria de Assuntos Municipais do Sinteal (executiva estadual), Josefa Conceição, a reunião foi um passo importante da luta de pressão do sindicato e da categoria, “já que, desde abril passado, o Sinteal vem reivindicando o diálogo com a prefeitura e o prefeito Elisson Silva (PTB), e, por incrível que pareça, só agora, em setembro, depois de envio de ofício informando sobre a disposição da categoria em paralisar as atividades, finalmente fomos recebidos por representantes da administração municipal”.

Saldo

Segundo ela, “o saldo da reunião foi positivo”, tendo a prefeitura assumindo o compromisso de fazer, em regime de urgência, uma avaliação (estudo) da pauta de reivindicações da categoria, para apresentar proposta ou contra-proposta na próxima audiência.

Audiência

A data da próxima reunião foi decidida ao final da reunião: dia 20 de outubro.

Participantes

Além de Josefa Conceição também participaram da reunião a secretária de Formação Sindical do Sinteal (executiva estadual), Neide Brito, e as dirigentes do Núcleo/Matriz Olívia Santos e Rosenita Silva.