21 de junho de 2022

Educação rejeita percentual de reajuste da prefeitura de Minador e apresenta contraproposta

Em assembleia realizada pelo Sinteal nesta segunda-feira (20), trabalhadoras/es da rede municipal de educação de Minador do Negrão decidiram rejeitar o percentual de reajuste proposto pela gestão municipal. A categoria definiu uma contraproposta, que já foi encaminhada à prefeitura através de ofício.

A reivindicação da categoria é da implantação do percentual do piso nacional, de 33,24%, a gestão propôs 17%, rejeitados em assembleia. Na busca de um diálogo com gestão, a plenária decidiu propor 25%.

A proposta de 17% foi apresentada em reunião realizada no dia 14 de junho, em reunião entre a direção regional do Sinteal Palmeira dos Índios, a Comissão Municipal do Sinteal Minador do Negrão, o Prefeito Josias Aprígio, Procurador do Município, secretários de administração e educação, e alguns vereadores.

“Estamos buscando a valorização da categoria, que merece respeito. Teremos uma nova rodada de negociações, sabemos do valor previsto para 2022 do município e que o município com certeza poderá avançar para um percentual maior”, disse Izael Ribeiro, presidente do Sinteal Palmeira.

Inicialmente a gestão planejava encaminhar imediatamente o Projeto de Lei para a Câmara após a reunião do dia 14, mas por interferência do Sinteal os vereadores se comprometeram a aguardar a decisão da categoria para encaminhar a votação.

“É importante que todos os gestores compreendam que não adianta encaminhar PL sem acordo com os trabalhadores, nos locais em que isso acontece, seguimos lutando e cobrando o os nossos direitos”, finalizou Izael.