23 de junho de 2022

Sinteal e categoria conquistam recomposição salarial histórica em Poço das Trincheiras

A mobilização deu resultado! Reunidos em Assembleia do Sinteal nesta quarta-feira (22), na Câmara de Vereadores de Poço das Trincheiras, os trabalhadores/as da rede municipal de ensino receberam uma contraproposta do prefeito, com um novo percentual que garante uma recomposição salarial histórica. O valor foi aprovado por maioria absoluta da categoria.

A proposta aprovada consiste em pagar 15% para todos os servidores e servidoras da educação (ativos e aposentados) em julho, e implantar mais 5% no mês de dezembro. Somando-se ao valor de 4,52% implantado em janeiro deste ano, a recomposição salarial chega a 24,52%, o maior já visto na história de Poço das Trincheiras.

“É uma vitória da nossa luta, da mobilização e resistência do Sinteal junto com a categoria. Sabíamos que a proposta de 10,06% apresentada inicialmente era abaixo da capacidade da gestão, e não silenciamos. Também contamos com a articulação do presidente da Câmara de Vereadores, Jose Cicero Madeiro Junior. Que bom que a prefeitura reconheceu a importância de avançar, e chegamos a esse resultado”, disse Cristina Alves, presidenta do núcleo regional do Sinteal Santana do Ipanema.

O gestor esclareceu ainda que houve um mal entendido na reunião anterior, que segundo ele deveria ser apenas uma reunião técnica, e não uma assembleia, como foi convocada pela secretaria. “Ele se comprometeu a retirar o projeto que encaminhou para a câmara de 10, 06 e vai substituir pelo aprovado pela categoria. Pediu para colocarmos uma pedra em cima do assunto que causou desconforto na ocasião”, disse Cristina.

Também foi colocada em pauta, a criação de uma comissão para discutir a revisão do Plano de Cargos e Carreiras do Município. Além de melhorias para alavancar a qualidade do ensino do município, lembrando o fato de que tem um alto índice de pobreza, e conta em seu território com comunidades quilombolas.

Estiveram presentes na reunião representando a direção do Sinteal, a presidenta Cristina Alves e o dirigente Edvaldo Bezerra. Da gestão municipal, estavam o Secretário de Finanças, José Liberato Da Silva; Secretário de Governo Rafael Lucas Rocha Costa, Secretário de Administração, Ivan Tavares Santos Junior; Secretária de Educação, Maria Marta Tavares Da Silva; A Chefe de Gabinete, Maria Claudiane Barbosa Ferreira; e o Secretário de Planejamento, Mardonio Alves Da Graça.