23 de junho de 2022

Sinteal não fez acordo! Luta da educação por reajuste da rede municipal de Maceió continua

A luta unificada por valorização dos servidores municipais de Maceió não acabou. Em reunião realizada na última terça-feira (21), a prefeitura apresentou mais uma vez aos dirigentes sindicais a mesma proposta, sem avanços no percentual e com implantação de progressões por mérito que já são direitos da categoria garantidos por lei. Na ocasião, a presidenta do Sinteal não assinou acordo nenhum e convocou assembleia com a categoria para a próxima quarta-feira (29), 14h, na sede do Sinteal (Farol).

“A decisão é da categoria, vamos convocar uma assembleia e decidir coletivamente, como sempre foi. Não se pode aceitar um percentual que não passou pela discussão da base. Até lá, continuamos em campanha e não concordamos com o encaminhamento de nenhum projeto sem consulta dos trabalhadores e trabalhadoras”, garantiu Consuelo Correia.

A proposta é de implantar 4% parcelados, sendo 2% em julho e 2% em outubro, e implantar posteriormente duas progressões por mérito (uma ímpar e uma par).

O movimento unificado está mantido, e na ocasião nenhum dos 11 sindicatos que permaneceram na luta no último mês aceitaram. Todos compartilham da decisão de levar para as suas bases aprovarem ou não. Alguns sindicatos que já haviam aceitado anteriormente saíram do movimento, mas são minoria.

“Vamos fazer uma assembleia consultar nossa base da educação, na próxima quarta-feira (29), a partir das 14h na sede do Sinteal”, finalizou Consuelo.