9 de fevereiro de 2024

Sinteal leva reivindicações de trabalhadores/as da educação à prefeitura de Pão de Açúcar

Na manhã desta quinta-feira (8), o Sinteal participou de uma audiência com representantes da gestão municipal de Pão de Açúcar e apresentou a pauta de reivindicações da categoria em 2024.

“Cobramos o reajuste de 2024, o rateio dos precatórios do Fundef e a atualização das tabelas de vencimentos que não estão de acordo com o que garante o Plano de Carreira aqui no município. Não iremos abrir mão, dessas pautas que já estamos reivindicando a alguns anos”, afirma Erivaldo Valentim, presidente do Núcleo Regional do Sinteal Pão de Açúcar.

Junto com Erivaldo, estiveram representando o Sinteal as dirigentes estaduais da Secretaria de Assuntos municipais do Sinteal, Rosiele Costa e Jaidê Quintela, as dirigentes regionais Sitrânia Cardoso e Zuleide Pereira e a aposentada Hilda. Enquanto gestão, estiveram presentes a equipe da Secretaria de Educação e o procurador do município.

“Nossa luta é pra que seja cumprido o que assegura o Plano de Carreiras das trabalhadoras e trabalhadores, direito conquistado com muita luta da classe trabalhadora”, diz Jaidê Quintela.

Rosiele Costa reforça a importância da valorização garantindo o direito dos servidores e servidoras com um reajuste que de fato valorize o trabalhador/a, e cobra o pagamento dos precatórios do Fundef a exemplo de alguns municípios que, mesmo com Termo de Ajuste de Conduta (TAC) tem encontrado legalmente uma forma de repassar o dinheiro aos servidores.

Ficou acordado que até dia 4 de março o procurador do município irá encaminhar, através de ofício, resposta às reivindicações do Sinteal. Após audiência, as dirigentes foram até a praça para dialogar com a base. “Sempre que temos audiência a categoria fica em vigília, mostrando que estamos mobilizados e prontos para fazer a luta. Não abriremos mãos dos nossos direitos chega de tanto descaso com a nossa categoria, nossa luta é por direito, não é favor”, disse Sitrânia.